02 março 2015

...que bem prega Frei Tomás...

...hoje, fui almoçar com uma amiga - um almoço em família - e um dos familiares estava a comentar que não podia ir ver uma familiar ao hospital, onde está internada há quase 2 meses, porque tinha um tema para o grupo da catequese para preparar. Fiquei um bocadinho admirada com esta inversão de prioridades e de valores, até porque estas desculpas são recorrentes. Cada um saberá de si. Mas não consegui deixar de me lembrar de outras pessoas a quem vi fazer o mesmo. Tratar os familiares idosos como descartáveis. E lembrei-me deste ditado popular, que o meu pai costuma usar e que se adequou perfeitamente à situação:
 
"Que bem prega Frei Tomás: faz o que ele diz, não faças o que ele faz..." 



Assusta-me a forma como tratamos os mais velhos. Como deixam de ter validade. Como o carinho e o bem-estar para as pessoas que cuidaram de nós deixam de ser importantes. Metade da população portuguesa tem mais de 50 anos.
 
E a nós? Como nos vão tratar? O exemplo que têm não é muito promissor para o nosso futuro. E este tema lembra-me sempre esta situação...

  

Sem comentários: